Criptomoedas

Coreia do Norte está usando criptomoedas para escapar das sanções dos EUA

Dois especialistas financeiros de Washington dizem que a Coréia do Norte está usando cada vez mais as criptomoedas para escapar das sanções dos EUA.

De acordo com Lourdes Miranda, uma investigadora de crimes financeiros especializada em coleta de inteligência e análise, e Ross Delston, um perito que é especializado em combate à lavagem de dinheiro e combate ao financiamento do terrorismo, Pyongyang está criando sua própria criptomoeda e provávelmente também usando criptocorrências populares como bitcoin.

Criptomoedas estão sendo preferidas por criminosos internacionais e por financiamento terrorista, e o país da Coréia do Norte não é exceção, disse a dupla em uma declaração por escrito ao Asia Times. Eles disseram:

“As criptomoedas têm a vantagem adicional de dar à RPDC mais formas de contornar as sanções dos EUA.”

Eles acrescentaram: “Eles podem fazê-lo usando múltiplas exchanges internacionais, misturando e transferindo serviços – espelhando o ciclo de lavagem de dinheiro – para explorar instituições financeiras internacionais que mantêm relações de correspondentes bancários com os Estados Unidos”.

De acordo com Priscilla Moriuchi, uma ex  autoridade de segurança cibernética da NSA , a Coréia do Norte está ganhando cerca de US $ 15 milhões a US $ 200 milhões pela mineração e venda de criptomoedas. Falando ao The Hill no  início deste ano, Moriuchi disse:

“A Coréia do Norte tem buscado outros caminhos para obter criptomoedas também, incluindo mineração de Bitcoin e Monero, resgate pago em bitcoin do ataque global da WannaCry em maio e até mesmo comissionamento de uma classe de criptomoeda para estudantes norte-coreanos em novembro.”

Agora, de acordo com o relatório do Asia Times, Miranda e Delston afirmaram que a Coréia do Norte poderia usar as moedas criptográficas mais populares, como bitcoin, ou o governo do país poderia criar suas próprias moedas.

“Ter sua própria moeda criptografada também facilitaria sua capacidade de abrir contas on-line sob o disfarce de uma nação não-adversária usando comunicação anônima para ocultar os locais e o uso do usuário na Internet”, afirmaram.

Os pesquisadores também disseram que o país criaria seu próprio blockchain para alterar seu histórico público de transações para mostrar que essas transações são provenientes de fontes legítimas. Além disso, o país criaria seus próprios serviços de carteira de criptomoeda.

Explicando sobre a realização de uma troca bem-sucedida de criptomoeda em moedas fiduciárias – o tempo todo sem serem detectados -, a dupla disse que as criptomoedas mineradas norte-coreanas seriam lavadas nas bolsas européias, permitindo que o país trapaceiro obtivesse USD “sem nenhuma dessas incômodas sanções. Os investigadores não têm certeza sobre a escala atual da operação cripto da Coréia do Norte.

Os rivais americanos, incluindo o Irã, a Coréia do Norte, a Rússia e a Venezuela, recorreram recentemente a criptocorrências para conter a pressão econômica dos EUA e seus aliados.

Por exemplo, o  petro , uma criptomoeda apoiada pelo petróleo anunciada pelo presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, foi banida nos Estados Unidos. No início de maio, o presidente Trump emitiu uma ordem executiva proibindo os cidadãos americanos de comprar, negociar ou lidar com o petro cryptocurrency “à luz das recentes medidas tomadas pelo regime de Maduro para tentar contornar as sanções dos EUA emitindo uma moeda digital”.

Além disso, o Irã revelou recentemente os detalhes de sua criptomoeda nacional em resposta às sanções econômicas lideradas pelos EUA. A futura criptomoeda do Irã é supostamente apoiada pelo Fiat Rial e é desenvolvida na  tecnologia Hyperledger Fabric , de código aberto, liderada pela Linux Foundation  , segundo o relatório.

fonte: CCN

Tradução e Edição de texto por Raquel Farini 

 

___

Clique e acesse → bit.ly/serglobal
Participe de nossa comunidade no Telegram!
.
Descontos em eventos, notícias, brindes incríveis e contato direto com o melhor conteúdo de Blockchain, Bitcoin, Criptomoedas, Tokens, Mercado Financeiro, Eventos da área e muito mais.
·
Fale conosco:
E-mail: contato@bitcoinmove.com.br
Telegram: @bitcoinmove
+55.11.98205.1441

Comente e fortaleça a comunidade cripto no Brasil:
%d blogueiros gostam disto: