BitcoinBlockchainCriptomoedas

O Bitcoin quebrou de novo? Nada novo

Aqueles que acompanham o mercado de criptomoedas no dia a dia, já devem estar acostumados com as grandes variações de valor. Publicaram recentemente no site howmuch.net uma apresentacao da gráfica das piores “quebras” do Bitcoin, colocando em perspectiva a ciclicidade dos momentos de volatilidade da moeda. Ou seja, a moeda apresenta grande variação de preço de forma repetitiva.

Um especialista afirma: ”alguns investidores disseram que a última quebra deixou os ”dias finais” do Bitcoin mais próximo. Uma vez que ‘hodlers’ e estudiosos expressaram que não foi uma notícia nova, esses afirmam que o mercado de criptomoedas pode voltar a sua normalidade. Embora a última quebra foi dolorosa, é melhor voltar atrás e avaliar sobre o estado atual do Bitcoin. O Bitcoin já teve várias ‘quebras’ durante os anos, mas como comparar a queda mais recente com as do passado?”

Visualizando todas as ”quebras” do Bitcoin:

Fonte : howmuch.net

 

De modo ilustrativo e de fácil compreensão o autor, utilizando fontes públicas disponíveis, expõe os outros momentos onde o preço do bitcoin teve uma queda abrupta. “Usando o par Bitstamp Bitcoin (BTC) / Dólar americano (USD), nosso time descobriu que os altos e baixos ocorridos durantes os crash de Janeiro, acontecem do mesmo modo desde 2012.”

 

Claramente o bitcoin periodicamente enfrenta um grande desafio e tem seu preço jogado ao chão.Esses momentos são sempre acompanhados de incerteza e vendas-pânico, e é onde todo cuidado é pouco. Mas lição que tiramos do especialista é que o bitcoin é resiliente,se recupera e supera enquanto evolui como tecnologia.

 

Até agora, a correção atual está na mesma linha que o histórico ativo. Como é mostrado nas exibições, normalmente as correções duram poucos dias, como um período de 4 dias. Ja existiram correções mais longas, e claro. Desde de 2013 ate o comeco de 2015, a correção do preço demorou 411 dias. As grandes ”quebras” de mercado das criptomoedas ja se tornaram comum, pelo fato de serem muito voláteis. Dessa forma, é importante interpretar as quedas como um evento corriqueiro e nao como os ”dias finais”

 

Portanto, é possível concluir que as quedas não devem ser interpretadas como catástrofes, mas sim como parte de um ciclo repetitivo. Com isso, os investidores devem ter inteligencia emocional para lidar da melhor forma diante desses momentos de baixa e saber como transforma-los em oportunidade.

Fonte : news.bitcoin

. . . .

Faça parte do nosso Canal VIP no Telegram
As melhores análises da atualidade.
Acesse → bit.ly/RegistroBitcoinMoveVIP

Uma amostra do Canal VIP? Canal FREE →  t.me/btcmove

Participe de nossa comunidade:
Grupo FREE | FÓRUM → bit.ly/BitcoinMoveFree

Conheça todos os nossos serviços → www.BitcoinMove.com.br/servicos

Teve sucesso com uma de nossas análises? DOE:
BTC: 16Gb1i1x7ioaW2QtGCGKFapoD4CZRezAhz
LTC: LWgzt17pHrinyxU7rnRKshpvMvUFMoKS8c
ETH: 0xa02f8e619b77bb8E77180CC5E44Ab72C538d6cba
BCH: 1FJ2kBVYHmewHHFo4bTvQcJTSS3rgW3Q7R

Dúvidas? Fale conosco:

E-mailcontato@bitcoinmove.com.br
Telegram: @bitcoinmove
Facebookhttps://www.facebook.com/bitcoinmove
Sitewww.BitcoinMove.com.br

Comente e fortaleça a comunidade cripto no Brasil:
%d blogueiros gostam disto: