BitcoinBlockchainCriptomoedas

URGENTE: O banco central da Índia vai fechar contas relacionadas à criptomoedas

O Banco da Reserva da Índia (Reserve Bank of India – RBI) anunciou que o banco não fornecerá mais serviços a qualquer pessoa ou empresa que lide com criptomoedas, acrescentando que também está procurando liberar sua própria criptomoeda no futuro, de acordo com uma “Declaração sobre Políticas de Desenvolvimento e Regulamentação ”divulgada hoje, 5 de abril.

O Ministério das Finanças da Índia criticou Bitcoin (BTC) e as criptomoedas por sua “falta de valor intrínseco” em janeiro deste ano, e o mês viu vários grandes grupos indianos de bancos fecharem ou limitarem a funcionalidade de contas de casas de cripto câmbio. No início de fevereiro, os falsos relatos na mídia de um banimento de criptografia em todo o país no início de fevereiro levaram a uma queda nos mercados de criptos.

A declaração da RBI diz que, embora as inovações tecnológicas que suportam as criptomoedas “tenham o potencial de melhorar a eficiência e a abrangência do sistema financeiro […] Moedas Virtuais (VCs) […] suscitar preocupações de defesa do consumidor, integridade do mercado e lavagem de dinheiro, entre outros.”

RBI continua observando que eles já alertaram os envolvidos na indústria de criptos várias vezes dos “vários riscos” de lidar com criptomoedas antes de declarar finalmente que:

“Em vista dos riscos associados, foi decidido que, com efeito imediato, as entidades reguladas pelo RBI não tratarão nem fornecerão serviços a nenhum indivíduo ou entidade de negócios que lidem com ou liquidem VCs. As entidades regulamentadas que já fornecem tais serviços devem sair da relação dentro de um prazo especificado.”

De acordo com o site local Quartz India, o período de tempo para as empresas se extraírem da esfera de criptos é de três meses.

Em uma coletiva de imprensa hoje, Bibhu Prasad Kanungo, o vice-governador do RBI, disse a respeito da decisão de que as criptomoedas têm o potencial de “colocar em risco a estabilidade financeira”:

“Internacionalmente, embora a resposta regulatória a esses tokens não seja uniforme, é universalmente sentido que eles podem minar seriamente a estrutura de combate à lavagem de dinheiro e FATF, afetar adversamente a integridade do mercado e o controle de capital. E se eles crescerem além de um tamanho crítico, eles podem colocar em risco a estabilidade financeira também”.

Panjak Jain, que trabalha na Blockchain e comunidades de criptos na Índia como investidor e conselheiro, postou uma série de tweets hoje sobre os novos regulamentos de criptos do RBI, destacando que o governo indiano “não baniu a criptomoeda:”

1/ Hoje, o Reserve Bank of #India emitiu uma circular dizendo “para entidades registradas no RBI” (essencialmente bancos, empresas financeiras) que deixem de trabalhar com câmbios de criptos e empresas. O governo indiano não proibiu o #crypto.

Mais tweets de Jain notam que “o governo indiano obviamente não está coordenando entre as várias partes do governo”, citando que o imposto de renda está sendo coletado em operadores de criptos, e acrescentando que é “interessante” que “RBI” corte o decreto dos câmbios de criptomoedas que têm seguido práticas de KYC/AML bastante boas usadas pelas instituições indianas:”

8/O mercado indiano de criptos ainda é muito pequeno, mas oferece muito crescimento e oportunidades futuras, especialmente para os sem-banco. Espero que o RBI e o resto do governo indiano repensem essa decisão e adotem uma abordagem mais positiva em relação aos crypto.

Enquanto isso, a mesma declaração da RBI no final de sua associação com transações de criptos acrescenta que o banco estará investigando a criação de sua própria criptomoeda apoiada pelo Estado, “além do papel moeda que temos”, observa Kanungo, com um relatório para ser apresentado em sua viabilidade até o final de junho de 2018.

O interesse da RBI em sua própria criptomoeda se deve às “rápidas mudanças no cenário da indústria de pagamentos, juntamente com fatores como o surgimento de tokens digitais privados e o aumento dos custos de gerenciamento de papel fiat/dinheiro metálico”, que eles citam como o ímpeto para bancos centrais em todo o mundo para introduzir “moedas digitais fiduciárias”.

Kanungo acrescenta que uma criptomoeda apoiada pelo Estado poderia “cumprir a promessa de reduzir o custo de impressão de notas”.

Sathvik Vishwanath, cofundador da Unocoin da Índia, disse ao Quartz India que ele não acredita que esta é a “direção certa que o banco central tomou:”

“Isso causará pânico entre alguns milhões de pessoas na Índia que já estão usando criptomoedas [sic]. Se eles querem lançar suas próprias moedas digitais, eles não precisam proibir as já existentes.”

Cointelegraph

. . . .

Faça parte do nosso Canal VIP no Telegram
As melhores análises da atualidade.
Acesse → bit.ly/RegistroBitcoinMoveVIP

Uma amostra do Canal VIP? Canal FREE →  t.me/btcmove

Participe de nossa comunidade:
Grupo FREE | FÓRUM → bit.ly/BitcoinMoveFree

Conheça todos os nossos serviços → www.BitcoinMove.com.br/servicos

Teve sucesso com uma de nossas análises? DOE:
BTC: 16Gb1i1x7ioaW2QtGCGKFapoD4CZRezAhz
LTC: LWgzt17pHrinyxU7rnRKshpvMvUFMoKS8c
ETH: 0xa02f8e619b77bb8E77180CC5E44Ab72C538d6cba
BCH: 1FJ2kBVYHmewHHFo4bTvQcJTSS3rgW3Q7R

Dúvidas? Fale conosco:

E-mail: contato@bitcoinmove.com.br
Telegram: @bitcoinmove
Facebook: https://www.facebook.com/bitcoinmove
Site: www.BitcoinMove.com.br

Comente e fortaleça a comunidade cripto no Brasil:
%d blogueiros gostam disto: